Literatura

SECRETAS SECREÇÕES

Josiane Souza
Escrito por Josiane Souza

Abri a noite

E encharquei os dedos no seu líquido escuro.

Suores de uivos espremidos ressurgiram entre espasmos,

E na pele minava a doce baba dos poros: estrelas gotejantes entre pernas.

A solidão ferozmente rosnou salivando presas fúteis

E a língua lacrimejou uma canção,

Apenas coriza de uma alma constipada.


Sobre o autor

Josiane Souza

Josiane Souza

Ora bruxa fazendo feitiços em versos, ora bailarina dançando sobre o abismo das rimas, mas o que gosta mesmo é de esquizovoar afetos.